O PNL diz-nos que nos temos que colocar em estado de vencedor ou “peak state” para realizarmos tarefas difíceis e que queremos reproduzir com a mesma certeza de sucesso. Noutros casos é superstição sim, isso mesmo.

Quando digo que o Gestor de Sucesso é um homem supersticioso, refiro-me ao seguinte: ao olhar para trás e ao pensar quais as razões que estiveram na base das suas vitórias este atleta da grande competição económica identifica uma série de características e denominadores comuns. Entusiasmo, apatia da concorrência produto inovador para o momento, equipa focada e altamente ambiciosa, etc.

E tendo construído esse sucesso o empresário ou gestor pensa na sua própria ação e inevitavelmente não consegue dissociar a sua dose de intervenção nesse sucedido. Lembra-se como era obstinado, como ninguém o enganava, como discutia e impunha a sua posição, como não tolerava deslizes de qualidade ou de presença no mercado, como estava fresco e alerta, como antecipava o que dava resultado, etc.

Aqui entra a superstição! Esses denominadores comuns justificaram na altura o seu sucesso. Tentar reuni-los e esperar que os mesmos venham a ser a causa de novos sucessos, num ambiente, mercado e tempo posterior é pura superstição. Sim superstição é usar as mesmas táticas e estratégias.

Não é reunindo os mesmos ingredientes que se consegue o mesmo resultado, já que tanta coisa é agora diferente.

Distinguir superstição de skills, distinguir sorte de sistema de trabalho, decifrar entusiasmo e cansaço… tudo isso é feito muito mais facilmente quando um profissional experimentado e que segue um sistema trabalha consigo.

Senhor Empresário porque espera para ter um coach de negócios? Vá lá, deixe a superstição e aproveite todas as suas capacidades no negócio... hoje!

 

Marque um diagnóstico sem custo ou uma sessão com um Business Coach.

antoniotomeribeiro@actioncoach.com Ver todos os Artigos